APRESENTAÇÃO

A partir das indicações consolidadas no “Plano de Reestruturação e Expansão da Universidade de Brasília – 2008 a 2012”, em conformidade com a meta de “abertura de novos cursos com perfis interdisciplinares – parcerias entre diferentes unidades acadêmicas”, o curso de Bacharelado em Turismo da Universidade de Brasília tem perfil interdisciplinar, viabilizado em Consórcio constituído pelos seguintes componentes: Centro de Excelência em Turismo (CET), Departamento de Administração (ADM/FACE), Departamento de Economia (ECO/FACE), Departamento de História (HIS/IH), Departamento de Geografia (GEA/IH), Instituto de Ciências Biológicas (IB) e Faculdade de Educação (FE).

 

OBJETIVO GERAL

 

 Formar profissionais aptos para analisar e produzir conhecimento, planejar, empreender e gerir políticas e ações em diferentes escalas.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 

ü Conhecer o arcabouço teórico conceitual relacionado ao Turismo e áreas afins;

ü Conhecer e utilizar ferramentas de tecnologia aplicáveis ao Turismo;

ü Conhecer os aspectos técnicos específicos de estabelecimentos prestadores de serviços turísticos como meios de hospedagem, empresas de alimentação, transportadoras, agências de turismo, empresas promotoras de eventos, dentre outros;

ü Conhecer e interpretar a legislação sobre o Turismo e áreas correlatas, identificando pontos de intersecção e aplicabilidade;

ü Ter domínio sobre métodos e técnicas de pesquisa, com vistas à produção de trabalhos acadêmicos e de mercado;

ü Gerar informações que possam subsidiar a formulação de políticas, planos, programas e projetos em Turismo, tais como inventários e diagnósticos turísticos, planos de desenvolvimento e pesquisas;

ü Utilizar técnicas apropriadas para avaliar e selecionar informações relevantes que devam ser colocadas, a partir dos critérios de segurança e qualidade, à disposição do mercado turístico e de sua expansão;

ü Utilizar métodos e técnicas relevantes para o estudo das diferentes dimensões do Turismo - políticas, econômicas, sócio-culturais e ambientais - do ponto de vista da demanda (turista), da oferta (prestador de serviço público e/ou privado) e das populações nas destinações;

ü Planejar políticas, planos, programas, projetos e ações, nas diversas esferas de governo, em articulação com outras políticas relacionadas ao Turismo, visando à interação criativa nos diferentes contextos organizacionais;

ü Implementar planos e projetos turísticos no âmbito de empreendimentos públicos e privados, atuando com qualidade a partir do efetivo conhecimento das características das organizações prestadoras de serviços, estimulando ações de sustentação do Turismo.